Índice da Seção Atual   Índice da Obra Atual   Anterior: Fé e Confiança   Seguinte: Conhecimento Especializado

 

 

(p. 49)

PASSO NÚMERO 3

EM DIREÇÃO À RIQUEZA:

 

AUTO-SUGESTÃO

 

            Para resultados assombrosos, faça com que a parte mais profunda da mente trabalhe para você. Apóie-a com o poder da emoção e verá que a combinação é impressionante.

 

            AUTO-SUGESTÃO É um termo que se aplica a todas as sugestões e estímulos auto-administrados, que alcançam a mente através dos cinco sentidos. Em outras palavras, auto-sugestão e a sugestão a si mesmo. É o instrumento de comunicações entre a parte da mente em que têm lugar o pensamento consciente e a que serve como ponto de ação do subconsciente.

 

            Através dos pensamentos dominantes que permitimos que permaneçam no consciente (sejam pensamentos negativos ou positivos, não importa), o princípio da auto-sugestão alcança, voluntariamente, o subconsciente, influenciando-o com tais pensamentos.

 

            A natureza fez o homem de tal modo, que ele tem controle absoluto sobre o material que lhe chega ao subconsciente, através dos cinco sentidos, embora isso não seja uma afirmação

(p. 50)

de que o homem exerce, sempre, esse controle. Na grande maioria dos casos, ele não o exerce, o que explica porque tantas pessoas atravessam a vida na maior pobreza.

 

            Lembre-se do que foi dito sobre o subconsciente, que parece um pedaço fértil de jardim, no qual as ervas daninhas crescerão em abundância, se sementes mais desejáveis não forem ali plantadas. Auto-sugestão e o instrumento de controle, através do qual o individuo pode alimentar, voluntariamente, o subconsciente, com pensamentos de natureza criadora ou então, por negligência, permitir que pensamentos destrutivos cheguem ao rico jardim da mente.

 

 

            O Poder Monetário da Emoção

 

            Você recebeu instruções, no último dos seis passos descritos no capítulo sobre desejo, no sentido de ler em voz alta, duas vezes por dia, sua declaração por escrito, do desejo por dinheiro e ver-se e sentir-se desde já na posse dele! Seguindo as instruções, você comunica o objeto de seu desejo diretamente ao subconsciente, num espírito de fé absoluta. Pela repetição do processo, você cria, voluntariamente, hábitos de pensar favoráveis ao esforço de transformar o desejo em seu equivalente monetário.

 

            Volte aos seis passos descritos no capítulo sobre o Desejo, leia-os com atenção novamente, antes de prosseguir. Depois (ao chegar nesse ponto), leia com cuidado as quatro instruções para a organização do grupo da “Mente Superior”, descrito no capítulo sobre Planejamento Organizado. Comparando essas duas espécies de instruções com o que foi dito sobre auto-sugestão, você, e claro, verá que as instruções envolvem a aplicação do princípio da auto-sugestão.

 

            Lembre-se, pois, ao ler em voz alta a declaração do seu desejo (através do qual estará tentando desenvolver uma “consciência do dinheiro”), que a simples leitura das palavras não tem importância – a não ser que sejam conjugados a emoção ou sentimento.

 

            Esse fato e de tal importância que permite repetição em quase todos os capítulos, uma vez que a falta de compreensão disso e a razão principal de a maioria das pessoas que tentam aplicar o princípio da auto-sugestão não conseguirem resultados satisfatórios.

 

(p. 51)

            Palavras simples, despidas de emoção, não têm influência sobre o subconsciente. Você não obtém resultados apreciáveis enquanto não aprender a alcançar o subconsciente com pensamentos e palavras ditas, que têm de ser emocionalizadas com fé.

 

            Não desanime se não puder controlar e dirigir suas emoções na primeira tentativa que fizer. Lembre-se de que não existe a possibilidade de obter algo de graça. O preço da capacidade de influenciar o subconsciente e persistência eterna, ao aplicar os princípios aqui descritos. Você simplesmente não pode desenvolver a desejada capacidade, por um preço ‘mais baixo. Você, você somente, deve decidir se a recompensa pela qual esta lutando (a “consciência do dinheiro”) vale o preço que deve pagar pelo esforço.

 

            Sua capacidade de usar o princípio da auto-sugestão dependera, em grande parte, na sua capacidade de concentrar-se num dado desejo, até que ele se torne obsessão ardente.

 

 

Veja-se Ganhando Dinheiro

 

            Quando você começar a seguir as instruções relativas aos seis passos descritos no segundo capítulo, ser-lhe-á necessário usar o princípio da concentração.

 

            Permita-nos oferecer aqui sugestões para o usa efetivo da concentração. Quando você começar a seguir o primeiro dos seis passos, que lhe indica “fixar na mente a quantia exata de dinheiro que deseja”, fique com os pensamentos nessa quantia de dinheiro, por concentração, ou fixação da atenção, com os olhos fechados até conseguir ver realmente o aparecimento físico do dinheiro. Faça-o ao menos uma vez por dia. Ao fazer estes exercícios, siga as instruções dadas no capítulo da fé e veja-se, realmente, de posse do dinheiro!

 

            Eis um fato muito significativo: o subconsciente aceita qualquer ordem dada num espírito de absoluta fé e age de acordo com essas ordens, embora elas, muitas vezes, tenham de ser apresentadas e reapresentadas, pela repetição, antes de serem interpretadas pelo subconsciente: Seguindo a declaração anterior, considere a possibilidade de usar um “truque” perfeitamente legítimo para com o subconsciente, fazendo-o crer, porque você o crê, que você precisa ter a quantidade de dinheiro

(p. 52)

visualizada, que esse dinheiro já esta a sua espera, que o subconsciente deve fornecer-lhe planos para a aquisição do dinheiro que e seu.

 

            Passe a sua imaginação o pensamento sugerido no parágrafo anterior, e veja, o que sua imaginação pode ou ira fazer, para criar planos práticos de acumulação de dinheiro, através da transmutação do seu desejo.

 

 

            A Inspiração Será seu Guia

 

            Não espere por um plano definido, através do qual você pretende trocar serviços ou mercadorias, pelo dinheiro visualizado. Comece logo a ver-se de posse do dinheiro, exigindo e esperando, nesse meio tempo, que o subconsciente lhe forneça o plano ou os planos de que necessita. Esteja alerta, pois assim que os planos aparecerem, você deve pô-los em ação, imediatamente. Eles aparecerão, de certo, como um “lampejo” em sua mente, através do sexto sentido, sob a forma de “inspiração”. Trate-a com respeito e comece a agir assim que a receber.

 

            No quarto dos seis passos, suas instruções foram as seguintes: “Crie um plano definido para levar a cabo seu desejo e comece já a por o plano em ação.” Siga essas instruções da maneira pela qual vem descritas no parágrafo anterior. Não confie na “razão” ao criar seu plano de acumulação de dinheiro, pela transformação do desejo. Sua faculdade de raciocínio pode ser preguiçosa e, se você de pender totalmente dela para servi-lo, poderá desapontá-lo.

 

Ao visualizar a dinheiro que pretende acumular (com os olhos fechados), veja-se prestando o serviço ou entregando a mercadoria que deseja dar em troca desse dinheiro. Isto é importante!

 

 

Agora o seu Subconsciente Começa a Trabalhar

 

            As instruções dadas em relação aos seis passos, no segundo capítulo, serão agora resumidas e combinadas com os princípios de que trata o presente capítulo, como se segue:

 

            1. Vá a algum lugar tranqüilo (de preferência à cama, à noite), onde não será perturbado ou interrompido, feche os olhos e repita em voz alta (para que possa ouvir suas próprias palavras) a declaração

(p. 53)

escrita da quantidade de dinheiro que pretende acumular, o limite de tempo para sua acumulação e uma descrição do serviço ou mercadoria que deseja dar em troca do dinheiro. Ao seguir essas instruções, veja-se já de posse do dinheiro.

 

            Por exemplo, suponhamos que você queira acumular 50.000 dólares até primeiro de janeiro, daqui a cinco anos; que você pretende prestar serviços pessoais em troca do dinheiro, na qualidade de vendedor. Sua declaração escrita de propósitos deve ser assim:

 

            “A primeiro de janeiro de 1900, terei em meu poder 50.000 dólares, que me chegarão em várias quantias, de tempos a tempos, nesse ínterim.

“Em troca, darei o serviço mais eficiente de que sou capaz na maior quantidade possível e a melhor qualidade possível, como vendedor de (descreva o serviço ou a mercadoria que pretende vender).

“Acredito que terei esse dinheiro em meu poder. Tão forte e a minha fé que vejo esse dinheiro diante de meus olhos agora. Posso tocá-lo com as mãos. Está esperando ser transferido para mim no momento e na proporão em que irei entregar o serviço que pretendo dar em troca. Estou aguardando um plano para acumular esse dinheiro e seguirei o plano, quando o tiver recebido.”

 

            2. Repita o programa noite e dia até poder ver (em sua imaginação) o dinheiro que pretende acumular.

 

            3. Coloque uma cópia por escrito da declaração onde possa vê-la noite e dia e leia-a antes de dormir, assim como ao levantar, até decorá-la.

 

Lembre-se, ao seguir estas instruções, que você está aplicando o princípio da auto-sugestão, com o propósito de dar ordens ao subconsciente. Lembre-se também que seu subconsciente agirá de acordo com essas instruções, se forem emocionalizadas e dadas com “sentimento”. A fé á a emoção mais forte e mais produtiva. Siga as instruções dadas no capítulo sobre a fé.

 

            Essas instruções podem parecer, a princípio, abstratas. Não se perturbe com isso. Siga-as, por mais abstratas e pouco práticas lhe passam parecer no inicio. Logo vira o tempo, se você fizer como lhe foi ensinado, em espírito e nas ações, em que todo um universo de poder se revelará a seus olhos.

 

 

            Porque Você É Senhor do seu Destino

 

            Ceticismo em relação a todas as idéias novas e característica de todos os seres humanos. Mas, se você seguir as instruções esboçadas, seu ceticismo logo será substituído por crença, que, por sua vez, se cristalizara em fé absoluta.

 

(p. 54)

            Muitos filósofos afirmaram que o homem e senhor de seu destino terreno, mas a maioria deixou de dizer porque e senhor. A razão pela qual o homem e senhor de seu status terreno e especialmente seu status financeiro esta perfeitamente explicada neste capítulo. O homem pode se tornar senhor de si mesmo e do ambiente que o cerca, porque têm o poder de influir sobre o subconsciente.

 

            A verdadeira façanha de transmudar desejo em dinheiro, envolve o usa da auto-sugestão como instrumento pelo qual se pode alcançar e influenciar o subconsciente. Os outros princípios são meros instrumentos, com os quais se aplica a auto-sugestão. Conserve esse pensamento em mente e você estará sempre consciente do papel importante que o princípio da auto-sugestão desempenha nos seus esforços de acumular dinheiro, pelos métodos descritos neste livro.

 

            Depois que tiver lido o livro inteiro, volte a este capítulo, seguindo, em espírito e ação a seguinte instrução:

 

Leia o capítulo inteiro em voz alta, todas as noites, até convencer-se completamente de que o princípio da auto-sugestão é sólido, capaz de conseguir-lhe tudo o que lhe for exigido. Ao ler, sublinhe com um lápis, todas as sentenças que o impressionarem favoravelmente.

 

 

 

         PONTOS A FIXAR:

 

            Você tem um Sexto Sentido – mas bastam-lhe os cinco sentidos comuns para controlar os pensamentos que chegam ao seu subconsciente. Feito isso, o impulso subconsciente em direção a prosperidade, não deixa lugar para a pobreza.

 

            Quando as emoções o ajudarem realmente a ver e sentir o dinheiro nas mãos, este pode lhe chegar de fontes nunca antes possíveis. Fixe uma quantia definida como objetivo e que seja bem grande. Fixe também um limite de tempo.

 

            Quando o subconsciente lhe der um plano, comece, imediatamente, a trabalhá-lo. A inspiração e preciosa e deve ser usada de pronto. “Esperar pelo tempo certo” poderá derrotá-lo.

 

            Três processos simples fazem-no senhor da auto-sugestão. Siga as instruções ao pé da letra e será senhor do seu destino.

 

            Toda a adversidade traz consigo a semente de um benefício maior.

 

 

Índice da Seção Atual   Índice da Obra Atual   Anterior: Fé e Confiança   Seguinte: Conhecimento Especializado